…novidades, fofocas, fotos e bastidores de Franca e região e de todo Brasil

Descobridor de galãs dá a receita para jovens atores



Foto/Reprodução: Kleber Toledo, Felipe Carauta e Joanatas Faro – o descobridor de galãs

Felipe Carauta é hoje o maior descobridor de galãs. Aos 25 anos, o empresário é responsável pelo gerenciamento da carreira de três bonitões da nova geração: Caio Castro, Klebber Toledo e Jonatas Faro. É o que conta a nossa coluna de Época desta semana. “Faço de tudo por eles”, diz Carauta, que já ensinou Caio a posar, contratou professor de canto para Klebber e teve que atacar de ‘segurança’ para Faro. Tamanha intimidade fez com que o agente entrasse para a família de seus pupilos: Carauta é padrinho do filho de Jonatas com a atriz Danielle Winits. “Muita gente se vende à toa. Ele não deixa isso acontecer com a gente”, endossa Klebber. “Por determinação dele, já deixei de ganhar muito com trabalhos que não valiam a pena. E não me arrependo”, afirma Faro.

O empenho de Carauta vale cada centavo. Em alta, esses três podem faturar mais de R$ 100 mil por mês com campanhas publicitárias, desfiles, presenças em festas e bailes de debutantes. “Nunca penso só no dinheiro. Mas bem trabalhado, um jovem pode ganhar R$ 1 milhão por ano com tranquilidade”.

01 – O que é preciso para um jovem ator virar galã de sucesso?

Não existe mágica. E ninguém nasce sabendo. Quando Caio começou em ‘Malhação’, eu ligava ao final de cada capítulo para comentar as cenas e criticava mesmo, principalmente a dicção, porque muitas vezes não entendia o que ele falava. Alguns anos depois, quando ele fez ‘Ti Ti Ti’, eu só ligava para elogiar.

02 – Um rostinho bonito já é meio caminho andado?

Não, tem que ter conteúdo. Beleza só dura na primeira novela, na segunda tem que mostrar a que veio. Também tem que entender que um sucesso só não faz carreira, não pode deixar a peteca cair.

03 – Presença vip em baile de debutante ainda é o ‘extra’ mais rentável?

Nem sempre, mas o baile faz um bom montante. Um ator pode fazer três cidades em um final de semana, faturando entre R$ 10 e R$ 12 mil por noite. Jonatas e Caio são dos mais procurados para bailes Brasil afora.

04 – Como é lidar com o ego um jovem que, de repente, tem o mundo a seus pés?

Eu falo a verdade, não passo a mão na cabeça de ninguém e nunca tive maiores problemas. Faço muitas vezes o papel de chato, de cri cri mesmo. Além disso, só trabalho com quem gosto e tenho total liberdade para opinar sobre o que vestir, aonde ir, como se comportar, combinar o que pode ser falado.

05 – E o que pode ser falado?

Um formador de opinião precisa medir bem suas palavras. Ainda mais trabalhando para o público jovem, não pode sair por aí falando qualquer coisa.

06 – Você recusa muitos pretendentes a novos galãs?

Sim, dezenas por mês. Não gosto de trabalhar com muita gente. Mas, quando bato o olho em um jovem e vejo um grande potencial, convido para trabalhar comigo. Com o Caio foi assim: o vi em um concurso do programa do Luciano Huck e percebi que seria uma boa aposta.

07 – Quando você tem que puxar a orelha de um ator?

Sempre é estressante toda vez que tenho que dizer para um jovem ator ou atriz que eles estão acima do peso, que precisam emagrecer correndo. Também reclamo se exageram nas noitadas ou se eles se atrasam. Eles me odeiam nesse momento, mas eu só falo para o bem deles.

Fonte: Bruno Astuto/Época

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s